Colchão ecológico: bom para o sono e o ambiente

Para ser considerado ecológico, colchão deve ter sustentabilidade em cada etapa de fabricação, desde as fibras até as espumas e molas.

Cada decisão tomada ao longo do nosso dia impacta no planeta. Desde ações simples, como fazer um pequeno trajeto a pé em vez de usar o carro, até separar o lixo para reciclagem, tudo pode contribuir para garantir um mundo mais saudável. Você já parou para pensar que mesmo dormindo é possível zelar pelo meio ambiente? Basta escolher um colchão ecológico!

O que é um colchão ecológico?

Para ser considerado ecológico, o colchão deve assumir um compromisso sustentável em cada etapa da sua fabricação. Em outras palavras, ele precisa oferecer soluções para o ambiente, para a sociedade e também para o consumidor. E esse compromisso deve estar presente em cada material que integra o colchão, desde as fibras até as espumas e molas.

Quais materiais evitar?

Antes de tudo, é essencial que o colchão ecológico não tenha solventes em sua composição. Em contrapartida, ao optar por materiais reaproveitados ou feitos a partir de energias limpas, você evita a poluição de rios, mares e lençóis freáticos. Além disso, preserva-se também a cadeia alimentar. Afinal, quando algo descartado demora a se decompor, ele serve de isca negativa para certas espécies.

Fibras, espumas e molas sustentáveis

Nesse sentido, uma das melhores opções para quem busca um colchão ecológico é investir em modelos com a fibra reciclada. Um exemplo é a Repreve, composta a partir de garrafas PET que são coletadas em locais com alto risco de poluir oceanos. Combinada com o toque macio da viscose de eucalipto, a Repreve ajuda a criar o tecido fresco e sustentável presente nos produtos da linha Ecomind

Por outro lado, as molas também precisam ter o meio ambiente em vista. Isso pode ser feito priorizando-se modelos com aço reciclável, como os colchões da linha Ecomind. Além de evitar a extração de minério de ferro, eles ainda economizam água e energia utilizados em seu processamento. Para completar, as espumas desta linha de produtos fazem parte de um ciclo de 360° na fábrica de Três Rios (RJ). Ou seja, sua espuma foi reaproveitada de modelos do passado, e será utilizada em novos produtos no futuro, evitando desperdício.

Infelizmente, o Brasil ainda não conta com uma certificação voltada aos colchões ecológicos. Contudo, é possível medir o compromisso de uma empresa de várias formas: na comunicação transparente de ações que reduzam impactos ambientais; na realização de parcerias com fornecedores engajados com esta causa; e na geração de oportunidades sustentáveis de emprego. A Euro Colchões é a primeira marca brasileira do setor a criar uma linha 100% verde, oferendo quatro colchões com diferentes níveis de conforto e que garantem um ciclo saudável de consumo.

Escreva uma resposta ou comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Artigos Relacionados